Sorocaba terá “telecorona” para tirar dúvidas em relação ao coronavírus.

Sorocaba terá “telecorona” para tirar dúvidas em relação ao coronavírus.

Com o objetivo de tirar dúvidas da população sobre o novo coronavírus e evitar que pessoas busquem atendimento nas unidades de saúde sem necessidade, a Prefeitura de Sorocaba criou o “tele corona”. O novo canal começa a funcionar nesta terça-feira (7), das 8h30 às 16h30, pelo telefone (15) 3238-2212.

Segundo a Secretaria da Saúde (SES), o projeto contou com a parceria do Parque Tecnológico de Sorocaba que desenvolveu um sistema para auxiliar os atendentes. O sistema foi criado com a colaboração de orientações técnicas dos médicos, enfermeiros e outros profissionais da área de saúde.

O “tele corona“, inicialmente, atenderá de segunda a sexta-feira, das 8h30 às 16h30, e terá oito atendentes. Parte desses servidores é da área da saúde e todos foram capacitados por médico infectologista da SES, além da colaboração de demais servidores.

O serviço de atendimento remoto terá o suporte de um médico coordenador e outros profissionais da área da saúde para orientar os atendentes e também dar apoio para esclarecimentos necessários.

O telefonema

Durante o telefonema, os cidadãos poderão tirar dúvidas sobre uma série de assuntos como: sinais e sintomas; sinais de alerta e busca de serviço; formas de contágio, tratamento e prevenção; dúvidas sobre vacinação contra a gripe; isolamento domiciliar e etc.

Quarentena

A Prefeitura de Sorocaba, seguindo a determinação do Governo do Estado, decidiu ampliar a quarentena no município a partir desta quarta-feira (8) até o dia 22 de abril.

Pela medida, devem seguir funcionando durante a quarentena: hospitais, clínicas, farmácias e clínicas odontológicas; transporte público; transportadoras e armazéns; empresas de telemarketing; petshops; deliverys; supermercados, mercados e padarias; limpeza pública; postos de combustível; oficinas mecânicas e lojas de autopeças; lojas de material de construção.

Também podem funcionar bancas de jornal, táxis e aplicativos de transporte, desde que cumpram com as orientações dos sanitaristas. Os serviços de segurança pública, tanto estadual, quanto municipais, também continuam funcionando normalmente. Os bancos e lotéricas também continuam abertos. As indústrias devem continuam operando, já que não têm atendimento ao público em geral.

FONTE: SBT Notícias, 07/04/20.

Aplicativo une vizinhos a idosos durante quarentena do coronavírus

Aplicativo une vizinhos a idosos durante quarentena do coronavírus

Criada em 2014, a plataforma Tem Açúcar? incentiva e facilita a generosidade entre vizinhos e, em pouco tempo, se transformou na maior rede online de colaboração entre vizinhos do Brasil. O aplicativo para celular está disponível nos sistemas IOS ou Android.

Neste momento de quarentena – em que todos os brasileiros devem ficar em casa para evitar o avanço da transmissão do coronavírus -, é essencial prestar atenção nos idosos à volta. Não só nos pais, avôs, tios, mas também nos vizinhos.

São muitos os velhinhos que moram sozinhos e não têm a família por perto – ou não têm família – e, como eles fazem parte do grupo de maior risco de contaminação por coronavírus (e morte), não devem sair de casa de jeito nenhum.

Só que, como todos nós, neste período – que não sabemos quanto vai durar -, os mais velhos precisarão fazer compras na farmácia, no supermercado, na padaria, ou podem precisar de alguma ajuda específica como um conserto ou a execução de uma tarefa doméstica ou, ainda, ajuda para tomar um remédio, para aliviar uma dor.

Qualquer um pode tomar a iniciativa de ajuda-los e impedir que se arrisquem indo à rua. Mas, para colaborar com essa “missão”, a plataforma Tem Açúcar? criou folhetos para facilitar a comunicação com esses vizinhos tão especiais.

Assim, quem quiser oferecer ajuda aos idosos de seu condomínio, de sua comunidade ou bairro de um jeito mais organizado, pode baixar o arquivo do Google Drive, imprimir os folhetos, preencher os dados e distribuir.

São dois os modelos de folhetos (que reproduzo abaixo, como ilustração):
– um para ajuda individual, no qual um vizinho se apresenta a e se coloca à disposição para ajudar um idoso diretamente; e
– outro, para ajuda coletiva, no qual diversos vizinhos se oferecem para ajudar.

No arquivo do Google Drive, é possível encontrar uma terceira opção de folheto com 4 reproduções da ajuda individual para facilitar a impressão.

FONTE: Site Conexão Planeta, 09/04/20.